WEB RADIO RGA evangelico blog: Julho 2014

uol

sábado, 19 de julho de 2014

Silas Malafaia acusa PT de usar a Receita Federal para persegui-lo

Ele fez alertas sobre a tentativa frustrada do governo de tentar desmoralizá-lo usando a Receita Federal

O pastor Silas Malafaia fez uma denúncia contra o governo do PT em seu programa “Vitória em Cristo” deste sábado (19). Com o objetivo de mostrar que está sendo vítima de perseguição política e religiosa, o pastor presidente da Associação Vitória em Cristo (AVEC) e da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) mostrou documentos de processos movidos para investigar essas instituições.

Segundo Malafaia depois da manifestação pacífica que ele liderou em Brasília em junho do ano passado, a Receita Federal passou a mandar intimações solicitando centenas de documentos para investigar tanto a AVEC como a ADVEC.

Antes mesmo de encerrar a primeira investigação outras duas se iniciaram solicitando os mesmos documentos com o intuito de encontrar algo que pudesse desabonar a administração do pastor Silas Malafaia que está à frente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo desde 2010, depois que o seu sogro, o pastor José Santos, faleceu.

A denúncia do pastor é que o atual governo do Brasil está usando um órgão importante como a Receita Federal e a Polícia Federal para benefício próprio. Malafaia lembrou que no ano passado o vice-diretor de fiscalização da Receita Federal pediu demissão por não concordar com esta interferência do Estado no órgão público.

“Essas duas instituições, elas não podem estar a reboque de governo nenhum. Elas são importantíssimas para o Estado Democrático de Direito”, afirmou o pastor que não estava reclamando do processo que foi aberto, mas sim sobre os motivos que os levaram a isso.

“Querem me investigar, me investiguem”, disse ele deixando claro que não tem medo de mostrar a igreja e nem a instituição que preside.

“Vou dar uma sugestão ao governo do PT: Por que não manda investigar o filho do Lula que era um pobre rapaz quando o pai dele passou a ser presidente e hoje é um milionário”, disse.

Disse também que o governo age com cinismo e mais: “Povo brasileiro, esses caras querem transformar isso aqui em uma Venezuela e uma Cuba”.

Assista:

Oscar Pistorius quebra silêncio e publica trechos bíblicos no Twitter



Ele será julgado em agosto pela morte da namorada, a modelo Reeva Steenkamp
“Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado”, o versículo 18 do Salmo 34 foi postado no Twitter pelo atleta paraolímpico sul-africano Oscar Pistorius.

A mensagem religiosa foi seguida por outras postagens que quebram o silêncio virtual do atleta que foi julgado por matar a própria namorada, a modelo Reeva Steenkamp.

O crime aconteceu em 14 de fevereiro de 2013 e o próximo julgamento acontecerá no dia 7 de agosto quando o promotor Gerrie Nel e o advogado de defesa Barry Roux se enfrentarão diante do juiz.

Criado por uma família religiosa, o atleta – que nas Olimpíadas de 2012 se tornou o primeiro atleta amputado a participar dos Jogos Olímpicos – tuitou também a frase: “Senhor, peço-vos hoje lavar aqueles que vivem na dor no rio da vossa cura. Amém” e ainda um trecho do livro “Em Busca de Sentido”, do psiquiatra austríaco Viktor Frankl.

Os internautas se manifestaram diante das mensagens, alguns defendiam o arrependimento do atleta e outros enviaram mensagens o chamando de assassino.

Reeva Steenkamp morreu depois de receber quatro tiros. Se for condenado, Pistorius pode pegar 25 anos de prisão. Com informações Correio Braziliense

Marco Feliciano critica desconstrução da família em novela da Globo

Na visão do deputado a população brasileira é conservadora e não apoia a desconstrução da família tradicional

Em seu pronunciamento da Câmara Federal nesta terça-feira (15), o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) comentou uma entrevista que o autor de telenovelas Manoel Carlos concedeu ao jornal O Estado de São Paulo.

O dramaturgo foi questionado sobre a baixa audiência da novela“Em Família” que mostrou a personagem principal trocando o esposo por uma mulher. Na resposta Manoel Carlos acusou a imprensa brasileira de ser conservadora e ponderar mais as declarações contra o casal Clara e Marina da novela.

Feliciano rebateu a fala do autor de “Em Família”, dizendo que a imprensa brasileira não é conservadora, mas progressista, tanto que os jornais e TVs se uniram no ano passado contra ele por conta de seu posicionamento conservador.

“Que imprensa nesse país é conservadora?”, questionou o parlamentar evangélico lembrando que ele sofreu quando assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM).

Em sua opinião, a baixa audiência da novela das 21h da Rede Globo se deve ao fato da família brasileira estar cansada de ver seus valores morais serem agredidos. “A população brasileira não aguenta mais ver a família tradicional ser desconstruída”, afirmou Feliciano.

O deputado do PSC citou a baixa audiência da última edição do Big Brother Brasil mostrando que consumo de álcool, homossexualismo, nudez e sexo explícito não atraí os telespectadores como se era esperado pelo emissora.

“Será que não seria hora da população brasileira entender que tudo o que está acontecendo é um reflexo daquilo que a sociedade pensa?”, questionou.

Assista:

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Com início das campanhas eleitorais, Ministério Público fiscalizará assédio de candidatos a igrejas por votos, diz procurador

Com o início da campanha eleitoral, é comum que candidatos procurem igrejas para angariar votos. Porém, a legislação em vigor proíbe a prática, mesmo que o candidato seja membro da denominação.

O procurador eleitoral Rodolfo Alves afirma que, mesmo as igrejas sendo instituições privadas, a Justiça as enxerga como um recinto público, aberto a todas as pessoas, e as inclui na categoria de locais em que a propaganda política é proibida durante a campanha eleitoral.

“Nossa principal preocupação é que existe uma vedação em relação à propaganda eleitoral em recintos públicos, que são recintos que as pessoas buscam por diversos motivos, como por exemplo, centros comerciais. Imagino que a igreja, embora seja um ente privado, as pessoas ali buscam por outras motivações que não são eleitorais. Então me causa preocupação é o uso de algumas autoridades eclesiásticas que venham a aderir ou tratar desse assunto (propaganda eleitoral) para o ambiente no qual não existe é uma autorização expressa para esse fim”, afirmou Alves ao Portal Correio.

Casos em que os líderes evangélicos usam da influência para angariar votos não são raros no Brasil. O pastor Estevam Fernandes, presidente da Associação dos Pastores da Paraíba (APP), afirmou que o “assédio de políticos aos fiéis” é bastante comum nessa época: “São três realidades simultâneas: primeiro cada eleição aumenta o número de candidatos evangélicos; segundo também aumenta muito a procura às igrejas, os candidatos procuram os pastores e quanto maior a igreja, maior a procura; terceiro é que alguns candidatos se fazem de religiosos, mas quando acaba a eleição finge que Deus não existe. Então existem essas três contradições”, descreveu.



Compartilhar

Nesse contexto, o pastor revela que a orientação da APP é que não se permita o uso do templo para a busca de votos: “Tanto existe o político sem ética, como pode haver o pastor sem ética. A gente orienta os pastores que não venda o voto, que não troque por tijolo, por telha, por emprego público, que tenha uma postura ética, que gere consciência e não vender a igreja”.

De acordo com o procurador eleitoral, o Ministério Público intensificará a fiscalização contra candidatos que buscam votos em templos: “A propaganda política eleitoral é proibida nesse tipo de ambiente, então caso se identifique o uso direcionado para essa finalidade o MP fará a avaliação e eventualmente poderá tomar as medidas que achar pertinentes”.

Políticos querem processar polêmico pastor pentecostal que criticou homossexualidade e roupas sensuais de mulheres durante culto

O polêmico pastor David Owuor está no centro de uma nova discussão na cidade de Campo Grande (MS), onde os vereadores querem denunciá-lo por homofobia e atentado às liberdades individuais.

Conhecido por dizer que o Brasil é o país “número 1 do mundo em pecado”, Owuor causou furor aos vereadores da capital sul-mato-grossense ao dizer que a homossexualidade é pecado e que as mulheres cristãs não devem se vestir de maneira sensual.

Num culto recente realizado no Parque das Nações Indígenas, o pastor David Owuor afirmou aos mais de 10 mil presentes que homossexuais não herdarão o Reino dos Céus, e que as jovens cristãs não devem se vestir com saias curtas e/ou calças apertadas.

“[Nada de] minissaias, calças apertadas, mentiras, falsidade, prosperidade, fumo e a bebida. Se esforcem para viver em paz com todos os homens e serem santos”, teria dito o pastor, que é queniano, durante o culto realizado em Campo Grande.



Compartilhar

O vereador Paulo Pedra (PDT), que de acordo com informações do blogueiro Julio Severo é católico liberal, acusou o pastor de “desrespeitar a Constituição brasileira”, e protocolou um requerimento pedindo que David Owuor seja investigado pelo Ministério Público Federal por “homofobia” e desobediência ao artigo 5º da Constituição, que fala de liberdades individuais.

Pedra teve o apoio de outros quatro vereadores: Luiza Ribeiro (PPS), João Rocha (PSDB), Chiquinho Telles (PSD) e Waldecy Chocolate (PP). No entanto, o vereador Alceu Bueno (PSL), foi contra o requerimento: “Não comungo com a ideia de cinco vereadores que estão pedindo investigação no Ministério Público Federal contra o queniano. Acho que pegaram a palavra dele fora do contexto. Ele só citou a Bíblia, que como todo o Evangelho condena o homossexualismo” afirmou. “Se não pudermos abrir a Bíblia e dizer o que ela fala, vamos ter que rasgá-la”, acrescentou o vereador, que é evangélico.

Viúva de pastor assembleiano assassinado no Irã testemunha “milagre do perdão” e se torna inspiração para a Igreja Perseguida

A esposa de um pastor assembleiano assassinado no Irã em 1994 concedeu uma entrevista afirmando que aprendeu a perdoar
os muçulmanos que tiraram a vida de seu marido. Takoosh Hovsepian ficou viúva após o pastor Haik Hovsepian se recusar a assinar uma declaração oficial de que não evangelizaria os muçulmanos.

Segundo a Missão Portas Abertas, Takoosh sonhava em se casar com um pastor desde a adolescência, mesmo sabendo que no Irã, onde 98% da população é muçulmana, a pregação do Evangelho é proibida e a reunião de cristãos em templos também.

Takoosh conta que guarda na memória as palavras de convicção de seu marido em relação à situação no Irã: “Não temos que ter medo. Devemos confiar em Deus”, dizia o pastor.

Quando seu marido foi assassinado, Takoosh só sentia desejo de vingança e reparação: “Eu só tinha ódio em meu coração; ódio por meus inimigos, por aqueles que assassinaram o meu marido. Eu orava apenas com meus lábios: ‘Deus, me dê força para perdoar’, mas antes de orar, na minha mente, me via atirando lama nos assassinos do meu marido”, afirmou a viúva.



Compartilhar

O testemunho de vida de seu marido, que amava os vizinhos muçulmanos e até os recebia na comunidade de fé que dirigia, inspirou Takoosh ao longo do tempo, e uma mudança de sentimento aconteceu em seu coração: “Um dia, um milagre aconteceu. Deus me deu força para orar com o meu coração por aqueles que tinham matado o Haik. Eu já não estava orando só com os lábios, mas do fundo do meu coração. Deus respondeu a esta oração e eu comecei a perdoar meus inimigos”, disse.

Agora, livre do sentimento de ódio, Takoosh se tornou uma incentivadora dos cristãos perseguidos e uma divulgadora da realidade dos fiéis nos países de maioria muçulmana. Ela tem viajado aos países ocidentais para narrar a realidade de vida e conscientizar os irmãos na fé sobre a importância de interceder pela Igreja Perseguida.

Atores pornôs gravam vídeo dentro de igreja na Áustria

O padre foi informado por uma denúncia anônima e recorreu à polícia para penalizar os responsáveis pelo vídeo
Uma denúncia anônima fez um padre austríaco ficar indignado: uma atriz de filmes adultos de 24 anos estava usando o interior da igreja em Hoersching, Áustria, para filmar vídeo pornográficos.

Os filmes foram rodados em junho e foram parar na internet. Ao constatar que as cenas aconteceram dentro de sua igreja, o padre recorreu à polícia local para processar os responsáveis.

A Diocesse de Linz, no estado de Alta Áustria, assumiu o caso e afirmou que a polícia irá investigar como os atores conseguiram entrar na igreja. Os envolvidos poderão ser condenados por até seis meses de prisão ou serão forçados a pagarem uma multa.

A preocupação da Igreja é com os casamentos que foram celebrados na igreja depois da filmagem que teria “sujado” o templo. Um comunicado oficial precisou ser emitido garantindo às famílias que os sacramentos realizados na igreja nas últimas semanas estão válidos.

Agora um bispo deve ser convocado para realizar uma purificação no espaço e tirar toda a “impureza espiritual” que a gravação do vídeo pornô trouxe para a congregação de Hoersching. Com informações Extra

terça-feira, 15 de julho de 2014

Bispo abre igreja onde antes funcionava um baile funk

O religioso pretende atrair os jovens que frequentavam o local

Uma igreja evangélica está ocupando um salão onde antes funcionava um baile funk no bairro Jardim Paulistano na zona Norte da capital paulista.

A denominação é a Igreja Evangélica Obra Vida com Deus – Conhecereis a Verdade e Ela Vos Libertará. Para o bispo Denis Almeida, responsável pela igreja, é um privilégio transformar um lugar de destruição em um lugar de adoração.

Almeida resolveu alugar o espaço depois de passar pela Rua Ilha da Juventude e ver o baile funk que ele considera como sendo o próprio diabo.

“Ele [funk] destrói as famílias, é o eixo do mal, o próprio diabo. A jovem de 10, 12 anos sai escondida da mãe. Isso veio causar a divisão familiar. O mal veio para promover esses tipos de eventos. As letras vulgares, uma baixaria”, disse o bispo em entrevista à revista Carta Capital.

Ao conseguir alugar o espaço, o religioso pretende atrair os jovens e falar sobre a libertação que há em Jesus. Em sua visão a “igreja trouxe paz para a comunidade” que antes convivia com os tumultos que aconteciam por conta do pancadão, incluindo brigas e problemas com a polícia.

“Eu acredito que São Paulo vai mudar muito sem o funk, os pais veem os filhos com problemas de drogas porque estão no funk, que também atrai a sensualidade”, afirmou o bispo.

A Carta Capital conversou com alguns jovens que frequentavam o baile funk para saber sobre a mudança, muitos são indiferentes e procuram outros lugares para dançar, incluindo um pistão que fica na mesma rua onde os carros estacionam e ligam o som tocando música alta.

Mas o pastor não se sente intimidado e pretende comprar o salão para fixar a igreja no bairro. “Por todas as igrejas onde congreguei, esta é a mais marcante. Louvar onde era um funk. Oh, glória meu Deus! É um privilégio”.

Jovem homossexual acusa pastor da Igreja Mundial de agressão e pede indenização de R$ 1 milhão

Um processo movido por um jovem identificado apenas como R. A. F. contra a Igreja Mundial do Poder de Deus 
acusa um dos pastores da denominação neopentecostal de tê-lo agredido a socos e pontapés por ser gay.

Os autos do processo, movido na 14ª Vara Cível de Cuiabá (MT), descrevem que um dos pastores da Mundial teria praticado discriminação e racismo contra o jovem por conta de suas experiências homossexuais antes de sua conversão à denominação, além das agressões físicas.

R. A. F. pede no processo que a indenização seja por danos morais e materiais, com tutela antecipada. Segundo o jovem, as agressões começaram depois que ele entrou para o corpo de pastores auxiliares da Mundial.

Quando o caso veio à tona entre os superiores hierárquicos, R. A. F. teria sido levado para a casa do bispo S. F., que teria tentando convencê-lo a não prestar queixa das agressões, e aguardar para que fossem tomadas providências internas.

No entanto, R. A. F. acabou expulso da denominação sem chance de defesa, o que o levou a procurar a Polícia para registrar um Boletim de Ocorrência contra os acusados. O laudo dos exames de corpo de delito realizados no Instituto Médico Legal (IML), não foram conclusivos, e R. A. F. foi intimado a fazer novos exames, mais detalhados, para comprovar se ele havia sofrido agressões físicas e psicológicas.



Compartilhar

Em seu depoimento, o jovem ainda afirmou que seu agressor e o advogado da igreja usaram programas ao vivo da Mundial na televisão para comentar de forma irônica as acusações de agressão: “Estamos sendo perseguidos,até o IBAMA veio atrás de nós porque bateram em um veado”, teriam dito os envolvidos.

A sentença deverá ser emitida pela juíza Ana Paula da Veiga Carlota Miranda no próximo dia 27 de dezembro, quando o julgamento final será realizado, de acordo com informações do Cenário MT.

Pastor Marco Feliciano diz que novela Em Família fracassou porque a população “não suporta ver a família ser destruída”

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) criticou a novela Em Família, exibida pela TV Globo, e seu autor, Manoel Carlos.
No Twitter, Feliciano afirmou que a população “não suporta mais ver a imagem família tradicional ser desconstruída, desmerecida, arruinada”.

Os comentários do pastor Marco Feliciano tinham como contexto uma entrevista de Manoel Carlos ao jornal O Estado de S. Paulo, quando o veterano autor culpou a imprensa pela baixa audiência da novela, que bateu o recorde negativo dos folhetins da Globo no horário das 21h00.

Nessa entrevista, Manoel Carlos afirma também que o estilo de novela que os telespectadores esperam é muito diferente do que ele se habituou a escrever e ainda acusou parte da população de ser machista, por protestar contra o beijo gay entre duas mulheres exibido em seu atual folhetim, Em Família.

Para o pastor Feliciano, as falas de Manoel Carlos omitem uma postura da população, que estaria reprovando a “desconstrução da família tradicional”.
Marco Feliciano ✔ @marcofelicianoSeguir

7) Tenho a honra de ter sido o responsável pela discussão neste país sobre família, liberdade de expressão, etc. Eis aí o resultado.
2:55 PM - 14 jul 2014


“Fiquei consternado ao ler o competente dramaturgo Manoel Carlos, 81 anos, autor de EM FAMÍLIA culpar o fracasso de audiência de seu folhetim na imprensa conservadora (Onde? Em que país?) e pior, acusar de misoginia os telespectadores. Não seria mais humilde e verdadeiro entender que a população família desta nação esta dando um recado aos ‘progressistas de plantão’? A imprensa pouco notificou que a última edição do BBB também sofreu amargamente derrota histórica em audiência para o programa Silvio Santos. Lembrando que Silvio Santos tem mais de 80 anos e usa a mesma receita há 50, e o BBB com moças/os bombados, regados a álcool e nudez/sexo. Tenho a honra de ter sido o responsável pela discussão neste país sobre família, liberdade de expressão, etc. Eis aí o resultado”, escreveu o pastor em seu perfil no Twitter.



Compartilhar
Política nas igrejas

Também no Twitter, o pastor Marco Feliciano afirmou que muitos deputados evangélicos têm feito pressão nas igrejas do interior do estado de São Paulo para cancelarem os eventos em que ele foi convidado, por conta do início da campanha política.

“Tenho caminhado no Estado de SP e vendo o fruto do trabalho que desenvolvi com a ajuda de Deus, família, equipe de trabalho e a oração da igreja. Em alguns lugares as agendas estão sendo desmarcadas sob ordem de dep. federais evangélicos que temem perder apoio e votos pra mim. Eu sinto muito por isso. Não tenho culpa de ter focado no trabalho que prometi desenvolver quando fui eleito e cumpri. O que planta colhe! Os cristãos entenderam que não basta votar em cristãos, mas que é preciso votar em cristãos que não se envergonhem do evangelho e que tenham coragem. Peço oração e apoio a todos os cristãos do estado de São Paulo para continuar minha luta em defesa da família”, afirmou o pastor

sábado, 12 de julho de 2014

Em encontro com líderes evangélicos, papa Francisco protagoniza primeiro “‘high five’ papal” da história

O papa Francisco se encontrou com líderes evangélicos norte-americanos adeptos da teologia da prosperidade, e no meio da reunião, protagonizou o primeiro “high five” papal da história.
O cumprimento, que consiste em bater a mão espalmada no alto, representa uma espécie de comemoração por algo bem sucedido, e é muito comum nos Estados Unidos.

Na reunião, o papa Francisco encontrou-se com os televangelistas Kenneth Copeland e James Robison, do estado do Texas. O pastor Copeland está entre os mais ricos pregadores da teologia da prosperidade no país, enquanto Robison, apesar de também manter um programa de TV, não é adepto da pregação que ensina a fé como meio de enriquecimento.

Curiosamente, o papa Francisco tem adotado um discurso de atenção aos pobres, e estimulando a divulgação do Evangelho como oportunidade de dar dignidade às pessoas que vivem na miséria, uma linha de pensamento totalmente contrária à da teologia da prosperidade.

No encontro, o pastor Robison ficou tão entusiasmado com a definição do Evangelho feita pelo papa Francisco que pediu ao tradutor que explicasse ao pontífice o que era um “high five” e pedisse que ele fizesse o cumprimento. De acordo com informações do RNS, o líder católico não teve escolhas a não ser atender o pedido do evangélico.

Dias antes do encontro, Francisco havia se reunido com o pastor Joel Osteen, outro que é notório divulgador da visão de que o Evangelho é uma forma de aumentar a riqueza material. A imprensa norte-americana não ignorou o contraste das abordagens teológicas e destacou as críticas feitas aos televangelistas.

“O evangelho da prosperidade parece ser fundamentalmente contra a mensagem que Francisco tem espalhado. Mas ele mostrou que ele está disposto a encontrar-se com qualquer um”, disse Michael Peppard, professor de teologia na Universidade de Fordham, sobre a determinação do papa em divulgar a iniciativa de cuidar dos pobres. “Joel Osteen parece ter uma autoridade carismática sobre uma grande quantidade de pessoas. Talvez Francisco esteja repetindo [os gestos de] Jesus: Se você não concordar com alguém, encontre-se com este alguém”, acrescentou Peppard.



Compartilhar

Pastor Kenneth Copeland ora pelo líder católico

Ao final do encontro, Francisco recebeu uma oração do pastor Copeland, e repetiu algo que era muito comum em Buenos Aires, quando atuava como cardeal e arcebispo da capital argentina e frequentemente se encontrava com líderes evangélicos a fim de desenvolver uma maior proximidade entre as duas linhas de pensamento.

Novela da Globo mostra o primeiro casamento gay da TV

O casamento civil terminará com um beijo entre as duas mulheres

A novela “Em Família”, da Globo, vai mostrar o primeiro casamento gay da TV brasileira. As personagens Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller), que formam um par romântico, se casarão no civil nas cenas finais do folhetim.

O casamento será realizado no “Galpão Cultural” e as duas estarão vestidas de noiva segurando buquês de flores. Depois do “sim” as mulheres serão surpreendidas com a apresentação da cantora Tânia Mara que interpreta a música tema do casal lésbico.

A cena do casamento mostrará também o segundo beijo lésbico da TV, segundo o site “Notícias da TV” não é possível ver no roteiro da gravação se será um selinho ou um beijo mais ‘empolgante’.

A trama também vai mostrar a aceitação da família pela união homossexual, incluindo o filho de Clara com Cadu (Reynaldo Gianecchini), o pequeno Ivan (Vitor Figueiredo), que aprovou o relacionamento da mãe com a fotógrafa Marina.

A juíza que fará a cerimônia dará um discurso polêmico ao afirmar que as duas mulheres formarão “uma família legítima” perante a lei civil brasileira (a Constituição Federal não foi alterada, nela o casamento ainda é válido entre um homem e uma mulher).

“De acordo com o que ambas acabaram de afirmar perante mim, eu, em nome da lei, as declaro casadas. A partir de agora, vocês formam uma família legítima, perante a nossa sociedade e a nossa lei civil”, dirá a juíza.

Robô-escriba reproduz Torá com perfeição

Tecnologia permite cópia do texto sagrado sem erros humanos

Durante séculos os escribas judeus reproduziam manualmente o texto da Tanach, livros sagrados para os judeus que formam o que chamamos de Antigo Testamento. A Torá é a parte mais importante, com os 5 primeiros livros, chamados de Escritos de Moisés.

Agora a tecnologia permite que um robô faça o mesmo trabalho sem ter de lidar com os erros humanos. Nesta quinta (10) ele começou a escrever o texto integral da Torá em hebraico antigo no Museu Judeu de Berlim. Empunhando uma pluma especial, o braço do robô escreve durante dez horas por dia na mesma velocidade que um homem faria. Ele foi programado para manter o estilo original dos escribas, chamados de sofers.

Cilly Kugelmann, diretora do museu alemão, anunciou o robô com destaque durante a exposição “Die Erschaffung der Welt” [A criação do mundo]. O Museu Judeu de Berlim hospedará a mostra da maior coleção privada do mundo de manuscritos judaicos.

Segundo foi divulgado, o robô terminará de escrever todas as 304.805 letras que formam a Torá “em apenas três meses”. Um escriba experiente não conseguiria fazê-lo em menos de nove. O rabino Reuven Jaacobov elogiou a iniciativa, dizendo que além de ser “muito lindo” servirá para divulgar melhor esta tarefa que há milhares de anos é tradição entre os judeus. Mas ele ressalta que para uma Torá ser santa, é preciso que sejam feitas orações enquanto se escreve o texto, para lhe dar o sentido espiritual.

Jan Zappe, um dos criadores do programa, explica que a tinta é abastecida uma vez por semana e o rolo de pergaminho terá 80 metros no término do trabalho. Seu robô foi apresentado pela primeira vez em 2007 e fez demonstrações parecidas em outros lugares do mundo, escrevendo em espanhol, português e alemão. Em 2012 transcreveu o conteúdo da Bíblia toda usando uma caneta. Ao total, foram nove meses para escrever em mais de 2.000 páginas as cerca de cinco milhões de letras e sinais do texto sagrado.Com informações de Huffington Post

Oficina G3 anuncia saída do baterista Alexandre Aposan

O contrato com a MK impedia o músico de realizar os projetos paralelos que ele sempre realizou no gospel e no secular

O baterista Alexandre Aposan acompanha a banda Oficina G3 há muitos anos, mas só foi oficializado no grupo no ano passado quando ele assinou contrato com a MK Music. Mas em um comunicado oficial os músicos Juninho Afram, Duca Tambascco e Jean Carllos anunciaram a saída de Aposan da banda, explicando a decisão do baterista de seguir outros caminhos profissionais.

“É com profundo pesar que anunciamos a saída do nosso batera Alexandre Aposan. Ele tomou essa decisão entendendo que esse é um direcionamento de Deus, para assim se dedicar mais aos seus trabalhos pessoais”, diz o comunicado postado no Facebook oficial da banda na terça-feira (8), surpreendendo os fãs.

“Estamos tristes, porém entendemos que a soberania de Deus está sobre nossas vidas e ministério”, completa.

Em sua página Aposan comentou as experiências que viveu acompanhando o Oficina G3 por 8 anos e mandou um recado para seus amigos da banda: “Valeu pelos anos de rock galera …. Que Deus continue usando essa máquina de evangelismo chamada @oficina_g3! God bless U all”.

Em outra postagem Aposan comentou que ao assinar contrato com a gravadora do grupo ele seria impedido de realizar os trabalhos paralelos que ele sempre realizou.

“Eu sempre participei de vários outros projetos dentro da música gospel e também na música secular, onde trabalhei sério, dentro dos meus princípios éticos e morais e me orgulho até hoje e estou certo que orgulharei sempre, pois pude sustentar minha família tocando meus tambores. Porém a ideia de um vínculo com qualquer gravadora, acarretariam muitas mudanças impeditivas em meu ministério”, disse.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

“Pastor ateu” é sucesso no Facebook



Postagem com testemunho gera intenso debate nas redes sociais
A página de Facebook Humans of New York é um dos maiores sucessos da rede social dos últimos meses. Criada pelo fotógrafo Brandon Stanton, o projeto levou para seu site http://www.humansofnewyork.com/ e para uma página de Facebook um conceito que ele iniciou com seu livro com o mesmo título e que esteve entre os mais vendidos dos EUA no final do ano passado.

Ao invés de lançar novas edições do livro, ele prefere atualizar várias vezes por dia sua página com novas fotografias. Cada imagem é acompanhada de um pequeno texto, reproduzindo uma fala da pessoa em questão.

A ideia é simples e começou quando Brandon perdeu seu emprego no ramo das finanças no verão de 2010. Apaixonado por fotografia, ele começou a andar pela cidade, conversar com as pessoas, e fotografá-las. Isso deu origem ao que está sendo chamado de novo fenômeno das mídias sociais: o jornalismo cidadão.

Originalmente, ele iria registrar a vida de 10.000 nova-iorquinos. Com o sucesso do livro/site, ele ampliou o alvo e viu surgir dezenas de páginas semelhantes em diferentes cidades ao redor do mundo.

Mas nenhuma delas tem o mesmo impacto da “Humans Of New York”, que acumula mais de 7 milhões e 250 mil curtidas.

Algumas fotos são mais curtidas que outras. Contudo, a que mais teve repercussão foi a de um homem não identificado (Brandon não identifica as pessoas que entrevista), que faz um desabafo sobre por que perdeu a fé e deixou de ser pastor.

“Eu fui um crente comprometido toda a minha vida. Durante 18 anos trabalhei em uma Igreja Batista do Sul. Ao todo, foram mais de 40 anos sendo evangélico. Fui ordenado pastor. Mas isso parou de fazer sentido para mim. Você vê pessoas fazendo coisas terríveis em nome da religião, e aí pensa: ‘Essas pessoas creem tanto quanto eu. Eles dizem que tem as mesmas convicções que eu.’ Mesmo assim, não faz mais sentido. Não faz sentido acreditar em um Deus que se interessa pelas pessoas. Se um avião cai e uma pessoa sobrevive, todos agradecem a Deus. Eles dizem: ‘Deus tem um propósito para essa pessoa. Deus a salvou por uma razão!’

Não percebemos o quanto isso é cruel é? Não percebemos como é cruel dizer que, se Deus tem um propósito para essa pessoa, também tinha um propósito em matar todo mundo naquele avião? Qual o propósito de milhões de crianças morrerem de fome? Um propósito para a escravidão e o genocídio? Toda vez que você diz que há um propósito por trás do sucesso de uma pessoa, você invalida bilhões de outras pessoas. Você diz que há um propósito para o sofrimento delas. E isso tudo é muito cruel.”

Em pouco mais de 24 horas, foram 405.819 curtidas e 86.249 compartilhamentos. O material foi destaque também em fóruns da rede social Reddit. A repercussão foi muito grande, gerando um intenso debate. Entre os milhares de comentários há desde cristãos que o criticam por ter perdido a fé até ateus que o apoiam e dizem compreender seus sentimentos. O post foi destaque no site Patheos, dedicado a discutir questões religiosas.

Show de Marilyn Manson na Rússia é cancelado após protestos religiosos



O roqueiro americano se apresentaria na terceira maior cidade do país no dia 29 de junho

Os organizadores do show do cantor Marilyn Manson em Novosibirsk, na Rússia, tiveram que cancelar o evento por conta de protestos dos ortodoxos. Os religiosos consideraram a apresentação do americano como “uma promoção ao sadomasoquismo” e impediram o espetáculo.

O evento aconteceria neste domingo (29), mas as autoridades não permitiram a apresentação. “As autoridades de todos os níveis se recusaram a nos dar a permissão para realizar o concerto”, disse a empresa Sibirskie Gastroli três dias antes da data do show.

A empresa usou a rede social russa VKontakte para explicar aos fãs o que aconteceu dizendo que eles lutaram “até o final” para que o show acontecesse, mas não conseguiram êxito. Quem chegou a comprar os ingressos para a apresentação de Marilyn Manson terá o dinheiro devolvido.

Os religiosos que protestaram contra o roqueiro disseram que ele insulta os ortodoxos russos com suas canções. O ativista Yuri Zadoya comemorou o cancelamento do evento dizendo que as “performances de Manson mais se parecem a um parque de diversões com uma inclinação sadomasoquista”.

Na entrevista à rádio Eco de Moscou, Zadoya comentou que o presidente russo Vladimir Putin também colaborou para impedir o evento na tentativa de “proteger a moral pública”. Com informações Folha de SP

Igreja Católica fala em adotar atitude “não julgadora” em relação a gays

Documento elaborado com as respostas de um questionário entregue aos fiéis mostra temas polêmicos como divórcio e casamento gay

Entre os dias 5 e 9 de outubro acontecerá a III Assembleia-Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos da Igreja Católica Apostólica Romana que discutirá, entre outras coisas, a forma como a Santa Sé irá tratar os casais homossexuais e seus filhos.

Um texto de 75 páginas sobre os desafios da Igreja foi elaborado de acordo com o questionário respondido pelos fiéis no ano passado questionando os católicos sobre temas ligados à família.
A Igreja Católica não pretende aceitar a união de pessoas do mesmo sexo, pois de acordo com a pesquisa, todas as Conferências Episcopais “se expressaram contra uma ‘redefinição’ do matrimônio entre homem e mulher”.

Ainda sobre esse assunto o texto fala sobre adotar “uma atitude respeitosa e não julgadora” em relação aos homossexuais que estão casados. A ideia é facilitar o desenvolvimento pastoral diante dessas uniões, principalmente diante das pessoas que estão interessadas em participar das comunidades católicas.

O texto apresenta certa ligação com a declaração do Papa Francisco que no ano passado afirmou que os gays não devem ser discriminados. “Se uma pessoa é gay e procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu, por caridade, para julgá-la? O catecismo da Igreja católica explica isso muito bem. Diz que eles não devem ser discriminados, mas integrados à sociedade”, disse o líder católico.

A Igreja não é a favor de leis que permitam a adoção de crianças por homossexuais, de acordo com o questionário aplicado, os católicos “veem em perigo o bem integral do filho” uma vez que no entendimento deles a criança precisa de uma mãe e de um pai.

“Todavia, caso as pessoas que vivem nestas uniões peçam o batismo para o filho, as respostas, quase unanimemente, ressaltam que o filho deve ser acolhido com as mesmas atenção, ternura e solicitude que recebem os outros filhos”, diz o texto do Sínodo.

O divórcio é outro tabu na Igreja Católica, a pesquisa indicou que muitos dos divorciados que voltaram a se casar no civil sofreram por não poderem receber os sacramentos da Igreja.
“Muitos sentem-se frustrados e marginalizados. Alguns perguntam-se por que motivo outros pecados são perdoados e este não”, diz o Instrumentum Laboris, como é oficialmente chamado o documento elaborado pelos bispos.

Mesmo com esses dados não há sinais de que o Vaticano irá celebrar a união de cônjuges que já foram casados, mas os bispos irão pensar como tratar “com compreensão e paciência” esses casais explicando que “a impossibilidade de aceder aos sacramentos não significa ser excluídos da vida cristã e da relação com Deus”.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Justiça nega indenização a pastor que foi excluído da Igreja Universal sob acusação de adultério


Um pastor afastado da Igreja Universal do Reino de Deus por ter cometido adultério moveu uma ação contra a denominação e teve seu pedido de indenização negado pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Na ação contra a denominação liderada pelo bispo Edir Macedo, o pastor pedia participação no patrimônio da Universal por ter atuado pela igreja durante 14 anos em programas de TV e rádio, jornais impressos e até campanhas políticas.

A relatora do recurso do pastor, desembargadora Maria Augusta Vaz, manteve sentença da 11ª Vara Cível da Capital, que havia julgado improcedente o pedido do pastor e foi acompanhada pelos demais desembargadores.

De acordo com o relatório da desembargadora Vaz, o vínculo estabelecido entre o pastor e a Universal era de natureza religiosa e não econômica, o que impediria qualquer direito para o autor do processo sobre os bens da denominação, que a priori, não deve visar lucros.

A desembargadora ainda acrescentou que a denominação tem suas próprias normas e o pastor estava ciente delas no momento em que ingressou para o corpo de líderes, e que é impossível avaliar se as decisões tomadas pela Igreja Universal quanto à conduta de seus membros se dá de maneira correta.



Compartilhar

Por fim, Maria Augusta Vaz ressaltou que não há como prosperar qualquer indenização pelo uso de sua imagem na atividade pastoral, pois o exercício das atividades se deu, em tese, exclusivamente no propósito de propagar o Evangelho ou a própria Igreja Universal, de acordo com informações do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

A Igreja Universal do Reino de Deus é uma das denominações neopentecostais do Brasil que mais enfrenta processos na Justiça, em sua maioria, movidos por fiéis ou ex-integrantes do clero, como pastores e bispos, que buscam reparações judiciais por diversos motivos.

Apóstolo unge 50 Kg de sal para “ritual sagrado” e causa polêmica; Repercussão internacional alerta para distanciamento da Bíblia



Os rituais realizados por igrejas neopentecostais no Brasil a pretexto de reproduzir narrativas bíblicas estão causando polêmica e atraindo a atenção da mídia cristã internacional.

O “ato profético” da Igreja Apostólica da Plenitude do Trono de Deus em que o apóstolo Agenor Duque “ungiu” 50 Kg de sal e espalhou o condimento no templo para que os fiéis participassem do rito foi destaque no portal em língua espanhola Acontecer Cristiano.

A ideia do ritual era que se recriasse a narrativa de 2 Samuel 8:13, quando o rei Davi enfrentou 18 mil soldados no Vale do Sal. Fiéis, obreiros e pastores auxiliares caminharam ajoelhados por cima do sal, e ao término do “ritual sagrado”, os frequentadores da igreja jogavam sal em seus corpos, como se preparassem para uma guerra. A foto do momento em que o apóstolo ora pelo sal mostra os fiéis da denominação à espera do final do ritual para que possam ser “ungidas” através do condimento.

Assista ao vídeo do momento em que o apóstolo “unge” o sal que foi usado no ritual na fonte de Eliseu, em Jericó:

sábado, 5 de julho de 2014

Pastor preso na Eritreia escreve carta à sua esposa


Ele relata que foi chamado para evangelizar aos prisioneiros e tem sofrido por amor à Obra de Deus

Um pastor preso na Eritreia enviou uma carta à sua esposa relatando suas experiências dentro da prisão. Sem ser identificado, por motivos de segurança, o religioso preso por ser cristão relatou que tem trabalhado e evangelizado os detentos.

Na carta ele descreve a tristeza que sentiu quando foi preso, mas como Deus renovou suas forças. “Logo que me trouxeram preso, pensei que o diabo havia prevalecido sobre a igreja e sobre mim. Mas não levou sequer um dia para que o Senhor me mostrasse que ele é um Deus soberano e que controla todas as coisas, inclusive aqui na prisão”, escreveu.

O pastor pediu para que sua esposa conversasse com seus filhos para que eles saibam que a prisão é por causa do Evangelho e que ele tem sofrido por amor a Cristo, sendo também prisioneiro da graça salvadora.

O relato do pastor na Eritreia é semelhante ao de centenas de cristãos que são presos por conta da fé. Há dezenas de países que perseguem os cristãos de forma violenta, condenado a prisões e até mesmo à morte por conta apenas da religião.

A carta do pastor foi traduzida e posta do site do ministério Portas Abertas que atua apoiando a Igreja Perseguida em todo o mundo. Como igreja livre, ore para que Deus dê forças aos irmãos que vivem nesses países e para a mensagem da Cruz chegue a todos os corações.

Leia a carta na íntegra:

“Deus, por sua santa vontade, prolongou minha sentença para cinco anos e quatro meses. Eu espero ansiosamente o dia de estar novamente com você, minha querida esposa, com os nossos filhos e com o povo da igreja.

Minha querida ouça-me, não somente como esposa, mas como uma cristã que compreende quem Deus é e o quanto são profundos e misteriosos os seus caminhos. Aqui, neste lugar, Deus tem me feito não somente um sofredor por amor a ele, mas também um prisioneiro de seu indescritível amor e graça.

Logo que me trouxeram preso, pensei que o diabo havia prevalecido sobre a igreja e sobre mim. Mas não levou sequer um dia para que o Senhor me mostrasse que ele é um Deus soberano e que controla todas as coisas, inclusive aqui na prisão.

No momento em que entrei em minha cela, um prisioneiro me chamou e disse: ‘Pastor, todos aqui dentro não são salvos. Sua presença aqui é muito necessária.’ Portanto, no meu primeiro dia preso, teve início meu trabalho evangelístico.

Minha querida esposa, eu a amo mais do que consigo expressar. Por favor, ajude as crianças a compreenderem que estou aqui como prisioneiro de Cristo, pela causa de seu evangelho.

Holiday Music Festival promete agitar a capital paulista

O evento terá três palcos para apresentações dos mais variados estilos musicais

A igreja Assembleia de Deus do Bom Retiro vai sediar o primeiro Holiday Music Festival que vai acontecer no dia 26 de julho com a participação de Ton Carfi, Bando DOPA, DJ MP7 e Lex Skate Rock.

Serão três palcos com apresentações voltadas para públicos diferentes. O Palco Life terá bandas alternativas com estilos como reggae, sertanejo, rock e pop; no Palco Peace se apresentarão representantes da Black Music Gospel nacional e no Palco Heaven estarão se apresentando cantores já consagrados no gospel que são os artistas citados acima.

A produção do Holiday Music Festival é assinada por Ana Claudia, famosa por ser uma das produtoras do Natal Black e outros grandes eventos evangélicos. O DJ MP7, produtor de baladas como SKY e LO.V.E também está nesse projeto que vai agitar os evangélicos da cidade de São Paulo e região.

Os ingressos para o Holiday Music Festival estão disponíveis para venda no site do evento que é o www.holidaymusicfestival.com.br. Comprando antecipadamente você paga R$ 25 para pista e R$ 40 para a área VIP.

Serviço:
Holiday Music Festival 2014
Data: 26/07/2014- Sábado
Horário: 22h as 06h
Atrações Principais:
Lex Skate Rock | DJ MP7| Banda DOPA | Ton Carfi | Ministério Adorai e Coral Corbã
Local: AD. Bom Retiro, 
R. Nicolas Boer, 100 – próximo à estação Barra Funda do Metrô.


Igreja Renascer inaugura novo canal de TV por assinatura; Jornalista afirma que a denominação voltou a crescer

Após a aguda crise sofrida pela Igreja Renascer, a denominação fundada pelo casal Estevam e Sonia Hernandes estaria voltando a crescer em número de fiéis e de arrecadação.

O período de turbulência foi iniciado com a prisão do apóstolo e da bispa nos Estados Unidos, seguido do desabamento da sede da igreja em São Paulo e a posterior saída dos bispos-primazes Zé Bruno, Hamilton Gomes, Jorge Bruno e Marcelo Amorim, além do jogador Kaká e sua esposa, ex-pastora Carol Celico.

Nesse meio tempo, a igreja foi acusada diversas vezes de dar calote nos aluguéis dos salões que aluga para abrigar suas filiais, e um dos líderes da igreja mais próximos ao apóstolo Estevam Hernandes, o bispo Leandro Miglioli Hernandes, foi acusado de racismo por declarações contra um ex-pastor da denominação. Numa reunião com os pastores que dirigem as igrejas na Bahia, o bispo Leandro foi gravado xingando o pastor Gilberto Santos: “Graças a Deus porque aquele preto saiu”. A repercussão entre os próprios fiéis da igreja foi negativa, e o vídeo foi removido do YouTube.

Agora, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a organização da Igreja Renascer em Cristo teria voltado aos trilhos. “Quem apostava que a Igreja Renascer iria afundar depois da prisão nos Estados Unidos de seus líderes nos EUA e da saída de sua estrela maior, o jogador Kaká, perdeu a aposta. A Renascer não só manteve seu patrimônio, como está crescendo a olhos vistos”, diz o jornalista Ricardo Feltrin.


Entre os indicativos que mostrariam uma volta ao crescimento está a abertura de uma nova emissora de televisão por assinatura e o aumento da arrecadação de dízimos e ofertas, além do lucro obtido com a cessão de horários na Rede Gospel para outras igrejas evangélicas.

O contrato assinado pelo Renascer Praise com o selo gospel da gravadora Universal Music é classificado por Feltrin como “milionário” e apontado como um dos motores da reestruturação da denominação.

Internautas pedem “justiça de Deus” para jogador colombiano que tirou Neymar da Copa do Mundo

A jogada que tirou o atacante Neymar da Copa do Mundo motivou uma grande indignação por parte dos torcedores brasileiros contra o lateral colombiano Camilo Zuñiga, que atingiu as costas do jogador brasileiro com o joelho, resultando em sua lesão. 
Através das redes sociais, milhares de torcedores estão culpando o colombiano pela lesão de Neymar, e muitos pedem pela “justiça de Deus”, contra o lateral.

O Twitter tem sido o principal canal pelo qual torcedores estão se manifestando contra Zuñiga. Entre as milhares de mensagens destinadas ao lateral colombiano no Twitter, muitos usuários da rede social têm pedido por “justiça de Deus” e acusam o jogador de ter “destruído o sonho” do atacante brasileiro, que não poderá jogas as partidas finais da primeira Copa do Mundo de sua carreira.

- @CamiloZuniga18 Que Deus possa lhe punir porque a Lei daqui será pouco pra você… E obrigado por destruir o sonho de um jovem meu velho – afirmou um dos usuários do Twitter, revoltado com a entrada dura de Zuñiga em cima de Neymar.

- Acabar um sonho de uma pessoa é algo que dinheiro nenhum paga, mas Deus vai dar o que tu merece! @camilozuniga18 – afirmou outro torcedor.

- Parabéns, vc conseguiu o que queria acabou com o sonho de um menino mas Deus é justo e com certeza isso não vai ficar assim @camilozuniga18 – escreveu outra usuária da rede social.

Além das manifestações sobre justiça e punição divina, entre as muitas mensagens destinadas ao jogador, alguns torcedores pediam para que Deus tenha misericórdia de Zuñiga e que leve amor ao seu coração, afirmando que sua atitude em campo foi desumana.

- @camilozuniga18 Que Deus ponha amor no teu coração, as suas atitudes desumanas no jogo de ontem deixaram nítida a falta de amor que tens – afirmou um torcedor.

Apesar das muitas manifestações de torcedores contra o lateral colombiano nas redes sociais, ele não se manifestou sobre o ocorrido por esse canal. Em uma entrevista, ele se limitou a dizer que o que aconteceu foi um lance normal, e que esperava em Deus que nada de grave tivesse acontecido a Neymar.
Sergio Roxana @SergioRoxanaCPSSeguir


@camilozuniga18 parabéns pela sua irresponsabilidade. Volte pra casa e leve consigo a nossa tristeza. Deus te abençoe.
12:01 PM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 Que Deus possa lhe punir , porque a Lei daqui será pouco pra você ... e Obrigado por destruir o sonho de um jovem meu velho
10:23 AM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 Parabéns por ter acabado com o sonho de um ser humano. Que Deus tenha misericórdia da sua vida.
10:06 AM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 Que Deus ponha amor no teu coração, as suas atitudes desumanas no jogo de ontem deixaram nítida a falta de amor que tens.
10:03 AM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 como pode ser assim? Você não tem sonhos não? Você pode ter tentado acabar o sonho dele mas meu Deus não permitirá! -'-
10:02 AM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 Quer Deus te abençoe e ter a sua paz em Cristo Jesus!! Sim vale a pena sonhar, amar e perdoar!! Deus te abençoe em Jesus!!!
9:40 AM - 5 jul 2014


Acabar um sonho de uma pessoa é algo que dinheiro nenhum paga, mas Deus vai dar o que tu merece! :@ @CamiloZuniga18
9:15 AM - 5 jul 2014


Você colhe o que você planta e você vai colher o que você fez.. Que seja feita a vontade do meu Deus @camilozuniga18
8:28 AM - 5 jul 2014


"@MaizinhaBorges: Que Deus te dê um castigo a altura que tu merece! Desumano! Isso não é coisa que se faça. Idiota! @camilozuniga18""
4:18 AM - 5 jul 2014


@camilozuniga18 que Deus te perdoe, porque os brasileiros não vão te perdoar
11:29 PM - 4 jul 2014
@camilozuniga18 Tudo que vai volta, mas volta 10x vezes pior. O que é seu tá bem guardado! Deus te abençoe sempre!


Parabéns vc conseguiu o que queria acabou com o sonho de um menino mas Deus é justo e com certeza isso não vai ficar assim @camilozuniga18
8:59 PM - 4 jul 2014


@camilozuniga18 Como vc se sente acabando com um sonho de um menino que tinha tudo pra brilhar !! Deus tá vendo e aqui se faz, aqui se paga
8:53 PM - 4 jul 2014

Atletas e famosos lamentam contusão de Neymar e pedem para que Deus dê força ao jogador em sua recuperação



A contusão que tirou Neymar da Copa do Mundo mobilizou o Brasil inteiro. 
Através das redes sociais, muitos atletas e outros famosos têm se manifestado em solidariedade ao craque da Seleção, e pedindo para que Deus ajude o jogador em sua recuperação.

O atacante Fred, que joga ao lado de Neymar da Seleção, ficou sabendo da gravidade da contusão do companheiro diante das câmeras e, incrédulo com o ocorrido, desejou que Deus curasse Neymar o mais rápido possível e afirmou que ele e os outros jogadores estarão ao lado do craque nesse momento sensível de sua carreira.

- Você está falando sério?! É triste porque o Neymar é um cara que trabalhou tanto para estar aqui. A gente vê a dedicação dele no dia a dia e a importância que ele tem para a gente. Agora a gente vai olhar para o nosso grupo, que é muito bom, lógico. Mas o mais importante é que: Ney, Deus vai te curar o mais rápido possível e nós vamos fazer de tudo para te alegrar nesse momento de tristeza. Pode ficar tranquilo que estamos cada vez mais junto nessa – disse Fred, ao receber a notícia de que Neymar estava fora da Copa.

O jogador Leandro Damião disse se tratar de um momento difícil para o atleta, mas ressaltou que Deus sabe de todas as coisas, e que ele tem um propósito em tudo. O ex-tenista Gustavo Kuerten pediu, em sua conta oficial no Twitter, que o “garoto” Neymar tenha muita força e fé em sue período de recuperação.

- Sua alegria, entusiasmo e ousadia continuam entre todos nós. Brasil ta contigo! Fica com Deus – completou o tenista.

O pagodeiro Thiaguinho, que é amigo pessoal de Neymar, também se manifestou nas redes sociais, desejando que o jogador receba forças de Deus para enfrentar esse momento.

- Te amo, meu irmão. É um orgulho ser irmão de um dos caras mais iluminados que já vi na vida, mas a tristeza não está cabendo no meu peito. Não estou conseguindo acreditar. Deus te dê forças, irmão – escreveu Thiaguinho.

O cantor Naldo também se manifestou, e pediu orações em favor do jogador, afirmando ter fé de que Neymar voltaria a jogar ainda nessa Copa.

- Eu juro que não acredito! Peço a todos que orem pelo nosso amigo Neymar, e mesmo com a palavra do médico, em uma atitude desesperadora meio a uma caridade de fé, ainda quero acreditar que ele possa voltar e jogar ainda antes da final, unicamente por eu acreditar muito em Deus. E sei que o Neymar também deseja isso – afirmou Naldo.

- Não só ele como toda nossa nação que acredita na arte que os pés do Neymar faz, e desejamos essa alegria pro povo Brasília !Deus é Fiel #Deusécontigoneymar. Tenho certeza que todos os jogadores vão jogar correr e usar por eles e pelo grande Neymar – completou o cantor.

Em entrevista ao Ego, o ator Eri Johnson também afirmou que tudo está no controle de Deus.

- Eu gostaria de dizer diretamente para o Neymar: nós brasileiros, independente da amizade, estamos muito mais tristes do que ele. E que Deus sabe o que faz – afirmou.

A cantora Ivete Sangalo também pediu forças a Deus para a melhora do jogador.

- Minha torcida é pra vc dentro e fora de campo. Deus está ao seu lado e tudo ficará bem! Força – afirmou Ivete.

Luciano Camargo desejou melhoras para o camisa 10 do Brasil, e pediu para que Deus o ajudasse na recuperação, para que ele possa brilhar na próxima Copa.

- Neymar, que Deus te dê uma excelente recuperação e não desanima! Você é uma criança ainda e com certeza vai brilhar muito na próxima copa – desejou.

A funkeira Valesca Popozuda também desejou melhoras ao jogador, e agradecendo por sua atuação na Copa do Mundo. Ela afirmou ainda que os outros atletas da Seleção irão ganhar o título em homenagem ao Craque.

- Craque @neymarjr, nos estamos com você! Força, você fez tudo o que precisava fazer e deu o seu melhor, vamos em busca do #Hexa e vamos trazer essa pra você! Seu brilho jamais será esquecido! Obrigado por tudo!! Força meu menino de ouro. O #hexa vai ser em sua homenagem! Deus está contigo e o Brasil também! Amamos você! Craque é craque! Te amamos e estamos todos contigo! #ForcaNeymar #Neymar #Brasil” – escreveu Valesca.

Marcos Witt lança álbum inédito: “Sigues siendo Dios”

O disco está sendo distribuído pela Canzion Brasil

O cantor Marcos Witt está lançando o CD “Sigues siendo Dios”, o primeiro álbum inédito depois de seis anos, período marcado pela comemoração dos 25 anos de ministério e também pelo acidente que fez com que o cantor passasse por quase um ano de recuperação.

O álbum, lançado em nosso país pela Canzion Brasil, foi gravado em estúdio tendo canções que se destacam pelos arranjos pop eletrônico, novidade na carreira de Marcos Witt.

A música que dá título ao CD, “Sigues siendo Dios”, surgiu como fruto das experiências vividas por Marcos Witt depois do grave acidente que sofreu em 2012. Todas as lutas que ele venceu durante os momentos mais difíceis de sua carreira, incluindo um período com problemas nas cordas vocais, ele transmitiu nessa canção, destacando que Deus é o mesmo e que está no controle de tudo.

“Sigues siendo Dios” é um álbum muito esperado pelo público que acompanha o ministério de Marcos Witt. São 12 faixas inéditas de canções de louvor e adoração, sendo que dez delas são assinadas pelo próprio cantor.

O rapper T-Bone é convidado especial e participa de duas faixas “Alabemos” e “Tiempo pa’ brincar”, a primeira abre o CD com um pop eletrônico contagioso e promete ser um dos destaques deste álbum.

Record convida artistas para inauguração de templo e gera desconforto

Os principais artistas e apresentadores da emissora temem serem obrigados a participar do culto

A Igreja Universal do Reino de Deus está contando os dias para inaugurar o Templo de Salomão, megatemplo construído no bairro do Brás, zona leste da capital paulista.

A festa de inauguração terá a presença de autoridades políticas, incluindo a presidente Dilma Rousseff, mas a IURD também espera receber os principais artistas da Rede Record, o que tem incomodado alguns funcionários.

De acordo com o site “Notícias da TV” os artistas da emissora de Edir Macedo estão entendendo o convite como uma intimação, para que os artistas participem da inauguração do templo.

Um jornalista que não foi identificado disse ao site que a iniciativa da emissora está constrangendo os funcionários. A fonte disse também que no entendimento do elenco e executivos, não se deve misturar religião com trabalho.

Apresentadores, principais jornalistas e atores da Rede Record já foram ou ainda serão convidados para a inauguração do Templo de Salomão. A ideia é reunir 10 mil convidados para o primeiro culto que será realizado pelo bispo Edir Macedo, líder da IURD e dono da Record.

Entre as estrelas da emissora que já confirmaram presença estão Rodrigo Faro, Ana Hickmann, Edu Guedes e os jornalistas Celso Freitas e Adriana Araújo.