WEB RADIO RGA evangelico blog: Após depressão pela morte da mãe, Mara Maravilha anuncia seu quarto casamento e diz que a fé a ajudou superar dificuldades

uol

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Após depressão pela morte da mãe, Mara Maravilha anuncia seu quarto casamento e diz que a fé a ajudou superar dificuldades

A cantora Mara Maravilha anunciou que se casará novamente em breve, após ter se divorciado em 2013 do cirurgião dentista Alessander Vigna
Ela e o noivo, o empresário Augusto Vicente – dono de uma das maiores transportadoras do país – anunciarão a data da cerimônia em breve.

Mara Maravilha diz que passou por momentos ruins após a separação e a morte da mãe, Marileide, chegando perto de ter uma depressão, mas está se recuperando: “Digo que estou colocando a casa em ordem. A vida voltou a sorrir para mim. Estou muito feliz!”.

Para colocar a saúde em dia, Mara diz se apegar à fé e adotar uma nova dieta alimentar, livre de carne vermelha: “O segredo é deixar a brilhar a luz de Jesus. Minha luz nunca se apaga. Além disso, minha vida hoje é beber água, respirar ar puro, receber a luz solar, ter bom sono e fazer atividade física. Estou praticamente uma vegan (vegetariana)”.

Aos 46 anos, Mara Maravilha vai para o quarto casamento, e diz que a vida a ensinou muitas coisas: “Não me iludo mais com o glamour e festas. Só tenho vontade de mostrar aos amigos o momento bom em que estou vivendo”, afirmou ao site Ego.

Sobre o futuro marido, Mara é só elogios: “Ele me faz feliz. Ao mesmo tempo em que ele me leva ao restaurante mais caro do mundo no pico da Torre Eiffel e não me deixa pagar uma conta, ele me leva pra dançar quadrilha. Essa é a melhor definição da nossa relação”.

No entanto, apesar do discurso de maturidade, a cantora admite ser mimada: “Até hoje eu tomo café na cama, nunca lavei uma calcinha minha, não sei cozinhar”, revelou ao portal Terra.

A morte da mãe foi um episódio que levou a cantora a perder as estribeiras, segundo ela mesma: “No dia em que minha mãe faleceu, uma jornalista escreveu num blog que o motivo teria sido falta de cuidados. Isso depois de eu ter ficado cinco anos viajando e cuidando dela. Ela faleceu na UTI, no hospital, assistida por médicos. Eu tive um sentimento tão ruim, que eu liguei pra essa jornalista e disse que ia matá-la”, conta Mara Maravilha, que agora diz estar dando mais atenção ao seu temperamento.

Mara Maravilha comentou a recente polêmica entre o pastor Eurico (PSB-PE) e a apresentadora Xuxa por conta da Lei da Palmada: “Eu discordo, por exemplo, do pastor Eurico (PSB-PE), que atacou a Xuxa na Câmara [falando do filme Amor Estranho Amor]. Se fosse assim, eu não poderia subir num altar. Eu já fiz uma Playboy, como eu posso pregar num altar agora?”, questiona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário